Michelle Obama participa de comemoração em NY a 100 dias dos Jogos do Rio

quarta-feira, 27 de abril de 2016 20:13 BRT
 

Por Larry Fine

NOVA YORK (Reuters) - A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, abriu nesta quarta-feira uma festa de rua por ocasião dos 100 dias que faltam para a Olimpíada do Rio de Janeiro, com a participação de mais de 75 atletas olímpicos num carnaval interativo em duas quadras de uma animada Times Square.

Michelle Obama, que desenvolveu o programa Let's Move para atacar o problema da obesidade infantil, chamou os atletas dos Estados Unidos de exemplos a serem seguidos e se juntou a demonstrações de basquete e esgrima.

"Uma das razões pelas quais eu quis estar aqui hoje para dar essa largada, para ser parte da celebração dos 100 dias, é que nós não estamos apenas falando sobre trazer o ouro para casa”, disse ela em discurso no evento de seis horas de duração, vestindo uma roupa de ginástica dos EUA.

"As Olimpíadas também são para inspirar os jovens aqui no país, verdadeiramente, para fazê-los ativos e para aproveitar o exemplo que os nossos atletas olímpicos e paralímpicos têm mostrado sempre com a dedicação, a determinação, o compromisso inabalável deles com a excelência.”

Depois de participar de um exercício de passes com integrantes da equipe de basquete dos EUA, a primeira-dama aprendeu alguns movimentos de esgrima com Ibtihaj Muhammad, que vai se tornar a primeira representante olímpica dos Estados Unidos a usar um hijab.

"Nunca deixe as concepções erradas das outras pessoas impedirem você de alcançar os seus objetivos”, afirmou a atleta à Reuters sobre o seu caminho até as Olimpíadas. “Você não precisa se encaixar. Nós podemos chegar como somos.”

"Nós não precisamos parecer a mesma coisa, ou vestir a mesma coisa, ou ter os mesmos valores culturais para chegarmos ao sucesso”, acrescentou.

Atletas olímpicos vencedores, como o detentor de nove medalhas de ouro no atletismo, Carl Lewis, os nadadores Janet Evans e Rowdy Gaines e os ginastas Shannon Miller e Nastia Liukin, davam autógrafos.

O remador Matt Miller afirmou que os Estados Unidos esperavam fazer frente ao Reino Unido e à Austrália pelo ouro e deu de ombros para a poluição das águas do Rio e o Zika vírus.

"Fala-se muito sobre a sujeira da água, mosquitos e tudo mais, mas nada poderia nos impedir de ir”, declarou ele.

 
Michelle Obama participa de evento em NY sobre a Olimpíada. 27/4/2016. Reuters/Robert Deutsch-USA TODAY Sports