Britânica campeã olímpica de heptatlo se diz preocupada com ameaça de Zika na Rio 2016

quinta-feira, 28 de abril de 2016 13:35 BRT
 

(Reuters) - Campeã mundial e olímpica de heptatlo, a britânica Jessica Ennis-Hill disse estar profundamente preocupada com a ameaça do Zika vírus no Brasil antes mesmo de embarcar para a Olimpíada do Rio de Janeiro em agosto.

Um surto da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que foi ligada a numerosos casos de microcefalia em recém-nascidos no Brasil, se espalhou pela América Latina e pelo Caribe, causando pânico e levando alguns atletas a cogitarem a possibilidade de se ausentar dos Jogos Olímpicos.

"É preocupante, realmente me inquieta", disse Jessica ao jornal Daily Telegraph. "Preciso ter certeza de que entendo o que está acontecendo e quais são os riscos. É algo de que preciso estar bem informada".

Jessica, que conquistou o campeonato mundial de heptatlo em Pequim em agosto passado, 13 meses depois de dar à luz o filho Reggie, disse que deseja ter mais filhos e que está monitorando constantemente as notícias mais recentes da Associação Olímpica Britânica (BOA, na siga em inglês).

"Estou recebendo atualizações da BOA e procurando todos os conselhos que puder. As coisas estão mudando constantemente", afirmou.

A atleta disse que deseja levar o filho ao Rio para esta que será sua última Olimpíada, mas que irá adiar a decisão até ter ponderado todos os riscos.

"Será de última hora", afirmou. "Quero poder competir em um estado de espírito no qual não tenha que me preocupar se ele está bem, se está seguro. Terei que decidir mais perto da data, assim que tivermos uma noção geral", acrescentou.

A Rio 2016 acontece entre os dias 5 e 21 de agosto.

(Por Simon Jennings em Bangalore)

 
Campeã mundial e olímpica de heptatlo Jessica Ennis-Hill após competição em Pequim.     24/08/2015       REUTERS/Damir Sagolj