Adriano entra em lista de jogadores do Barça com problema de fraude fiscal

quarta-feira, 4 de maio de 2016 12:28 BRT
 

(Reuters) - O lateral-esquerdo Adriano é o mais novo jogador do Barcelona a se envolver em um escândalo fiscal, após um tribunal espanhol informar nesta quarta-feira que o brasileiro foi acusado de fraudar o Estado espanhol em 646 mil euros.

O brasileiro pagou a quantia total que devia às autoridades fiscais em 7 de março, acrescentou o tribunal em comunicado. Um juiz agora deve decidir se irá levar o caso para tribunal.

Adriano saiu do Sevilla para o Barcelona em 2010. O tribunal informou que ele foi acusado de fraudar a Espanha em 189.419,53 euros em 2011 e 456.666,56 euros em 2012 por ceder seus direitos de imagem através de uma companhia offshore em Madeira, Portugal.

O maior artilheiro da história do Barcelona, Lionel Messi, foi acusado em 2013 de fraudes de mais de 4 milhões de euros de 2006 a 2009. Ele irá se apresentar a tribunal em 7 de junho ao lado de seu pai, Jorge.

Em janeiro, o meia da seleção argentina e Barcelona, Javier Mascherano, se declarou culpado por fraudar o estado espanhol em 1,5 milhão de euros ao ocultar ganhos de direitos de imagens. Ele aceitou uma sentença de um ano de prisão, mas não é esperado para passar tempo na prisão, à medida que sentenças menores que dois anos geralmente não são cumpridas na Espanha.

(Reportagem de Richard Martin)

 
Lateral-esquerdo Adriano durante treino do Barcelona.     19/10/2015    REUTERS/Albert Gea