Wada vai investigar acusações de doping entre russos nos Jogos de Inverno em Sochi

terça-feira, 10 de maio de 2016 14:39 BRT
 

MONTREAL (Reuters) - A Agência Mundial Antidoping (Wada) vai investigar acusações sobre doping de atletas da Rússia com relação aos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 em Sochi, informou a Wada nesta terça-feira.

As acusações foram feitas no domingo no programa "60 minutes", da rede CBS.

"A Wada irá investigar imediatamente estas novas acusações", disse o presidente da agência, Craig Reedie, em comunicado. "As afirmações feitas no programa oferecem causa real para preocupação, à medida que contêm novas acusações relacionadas a tentativas de subverter o processo antidoping nos Jogos de Sochi".

O anúncio da Wada se seguiu uma série de entrevistas, incluindo uma à Reuters, dada pelo denunciante Vitaly Stepanov.

Ele disse que gravou conversas do ex-diretor do laboratório de testes de doping da Rússia dizendo que pelo menos quadro medalhistas de ouro olímpicos em 2014 estavam usando esteroides.

Stepanov e sua esposa, Yuliya, corredora internacional russa que já foi banida por doping, foram os denunciantes que deram evidências essenciais que levaram à criação de uma comissão independente da Wada que descobriu um amplo esquema de doping no atletismo da Rússia.

Como resultado, atletas russos estão proibidos de competir internacionalmente em competições de atletismo, inclusive nos Jogos Olímpicos Rio 2016, em agosto.