Nove guias sherpas são os primeiros a escalar Everest após desastres no Nepal

quarta-feira, 11 de maio de 2016 12:00 BRT
 

Por Gopal Sharma

KATMANDU (Reuters) - Um guia sherpa do Nepal conduziu uma equipe de nove homens ao topo do Monte Everest nesta quarta-feira, tornando-se a primeira pessoa a escalar o pico mais alto do mundo do lado nepalês desde que um terremoto mortífero em 2015 e uma avalanche fatal no ano anterior obrigaram os alpinistas a desistir da empreitada.

O guia montanhês era parte de uma equipe de fixadores de cordas que preparava o trecho final da Encosta Sudeste do cume de 8.850 metros para que outras equipes façam suas próprias escaladas nos próximos dias.

"Sherra Gyalgen Sherpa chegou ao topo da Sagarmatha à 17h05 (horário local)", disse Ang Tshering Sherpa, chefe da Associação de Alpinismo do Nepal, usando o nome nepalês da montanha.

"No total, nove alpinistas sherpas escalaram o topo", informou Gyanendra Shrestha, autoridade do Departamento de Turismo, à Reuters do acampamento Base Camp.

A instalação do trecho final das cordas foi ligeiramente atrasada nesta quarta-feira porque nevou forte no alto da montanha.

As temporadas de 2014 e 2015 foram canceladas devido aos desastres no Nepal.

Dezesseis guias sherpa foram mortos por uma avalanche na traiçoeira Cascata de Gelo de Khumbu em 2014.

No ano passado, um terremoto que matou 9 mil pessoas no Nepal desencadeou um deslizamento de neve gigantesco em Base Camp, matando pelo menos 18 alpinistas e guias e encerrando a campanha de 2015.

 
Monte Everest visto do distrito de Solukhumbu.   30/11/2015        REUTERS/Navesh Chitrakar