Rio fará ajustes em preparativos até véspera da abertura dos Jogos, diz Paes

quarta-feira, 11 de maio de 2016 15:28 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou nesta quarta-feira que ajustes serão feitos nos preparativos da cidade para receber os Jogos Olímpicos de agosto até a véspera da abertura da Olimpíada, apesar de as obras olímpicas estarem bem encaminhadas.

Segundo Paes, a imagem de operários fazendo os últimos retoques e ajustes nos equipamentos olímpicos e nas obras de infraestrutura da cidade “está garantida" antes da cerimônia de 5 de agosto no Maracanã.

"Não se preocupem que todos vão poder estampar na primeira página que a Olimpíada não estava pronta quando começou“, disse o prefeito a jornalistas em evento de inauguração do pavilhão no centro de convenções Riocentro onde serão disputadas as competições de boxe da Olimpíada.

Entre as arenas olímpicas que ainda faltam ser entregues, a menos de três meses da Olimpíada, a mais atrasada é o Velódromo, que só deve ficar pronto em meados de junho. Por causa do atraso, os organizadores já foram obrigados a cancelar o evento-teste do ciclismo no local.

Também falta ser concluída a Arena Carioca 2, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, que será inaugurada no próximo fim de semana.

Entre as obras de infraestrutura, a maior preocupação é a expansão do metrô para a Barra, na zona oeste. Por causa do atraso, já está definido que a linha 4 só vai funcionar parcialmente durante os Jogos e será destinada apenas a pessoas envolvidas com a Olimpíada.

O prefeito do Rio reiterou, ainda, que as crises econômica e política vividas pelo país não vão afetar a reta final de preparação da Olimpíada.

“Apesar da crise econômica, que não começou ontem, já ouvimos essa tese há um ano e meio ou dois anos... chegamos muito perto da Olimpíada entregando todos os equipamentos a menos de três meses“, afirmou.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

 
Vista aérea do Parque Olímpica do Rio de Janeiro. 25/04/2016 REUTERS/Ricardo Moraes