Chefe da Europol preocupado com possibilidade de ataques na Eurocopa da França

sábado, 14 de maio de 2016 13:38 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O chefe da agência de polícia da União Europeia manifestou preocupação com a possibilidade de haver ataques durante a Eurocopa que será realizada em Paris, em junho, chamando o evento de "um alvo atrativo para terroristas".

O chefe da Europol, Rob Wainwright, disse ao jornal alemão Die Welt que autoridades europeias preparam-se para potenciais ataques muito antes de ataques do Estado Islâmico e de militantes em Bruxelas e Paris, e a Euro de 2016 não é uma exceção.

"É muito fácil atacar alvos desprotegidos, como cafés, restaurantes ou uma casa de shows", disse Wainwright ao jornal em entrevista publicada neste sábado.

"Estou extremamente preocupado com o campeonato europeu. É um alvo atrativo para os terroristas".

A França anunciou no mês passado que planeja estender o estado de emergência em vigor desde os ataques de novembro em Paris por mais dois meses, para manter a segurança durante a Euro 2016.

A Eurocopa de 2016 começa em 10 de junho e será realizada durante um mês, em 10 estádios ao redor da França. Por volta de 2,5 milhões de espectadores são esperados nas 51 partidas que envolvem 24 equipes. Também haverá eventos que reunirão torcedores para assistirem jogos em telões nas principais cidades.

Wainwright disse que aumentar o número de equipamentos de contra-terrorismo seria "absolutamente necessário" para responder às ameaças crescentes de ataques.

"Precisamos de unidades de polícia que possam responder a cenários de ataque e situações com reféns, como as que vimos no Bataclan, em Paris", disse ao diário alemão.

Militantes do Estado Islâmico mataram 130 pessoas em ataques em Paris em novembro passado, a maioria deles dentro do Bataclan, durante um show de rock. 

(Por Redação em Berlim)