Djokovic entra para quadro dos grandes tenistas após conquistar Aberto da França

domingo, 5 de junho de 2016 15:15 BRT
 

Por Julien Pretot

PARIS (Reuters) - Novak Djokovic entrou para o quadro de grandes tenistas da história neste domingo ao bater o britânico Andy Murray com parciais de 3-6, 6-1, 6-2 e 6-4 e garantir o título do Aberto da França, passando a deter todos os grand slams ao mesmo tempo.

O número um do mundo recuperou-se de um começo nervoso e impôs seu próprio ritmo na quadra Philippe Chatrier e conquistou seu 12º grand slam após três fracassos anteriores em uma final de Roland Garros. 

Djokovic é apenas o terceiro homem, após Don Budge e Rod Laver, a deter os quatro principais torneios ao mesmo tempo, e o oitavo homem a triunfar em Wimbledon e nos Abertos da França, dos EUA e da Austrália.

"É um momento muito especial, provavelmente o maior em minha carreira", disse ao lado da quadra o tenista de 29 anos, que agora tem um histórico de 5 vitórias e 2 derrotas contra Murray em finais de grand slams. 

Murray afirmou: "Isso é alto tão raro no tênis. Não aconteceu por um tempo extremamente longo e vai demorar muito tempo para acontecer de novo. Então todos que vieram aqui ver são obviamente extremamente sortudos."

No começo da partida, Djokovic começou bem, conseguindo quebrar serviços de Murray no primeiro set.

A coisas ficaram tensas quando Murray gritou "tirem ele daqui", apontando para um entrevistador da TV francesa que estava na área de descanso do tenista, antes de Djokovic ter tido uma discussão com o juiz.

Murray, que venceu Djokovic na final no saibro do Masters de Roma mês passado, venceu esse set.   Continuação...