Messi pode ficar de fora de partida potencialmente decisiva contra Chile na Copa América

domingo, 5 de junho de 2016 16:15 BRT
 

(Reuters) - Lionel Messi provavelmente ficará de fora da mais importante partida da seleção argentina na fase de abertura da Copa América, quando a Argentina enfrentará o atual campeão Chile em Santa Clara, Califórnia, na segunda-feira. 

Messi não treina com a seleção desde que sofreu uma lesão nas costas em um jogo amistoso há nove dias, uma magra vitória por 1 x 0 sobre Honduras. 

O capitão da Argentina, eleito por quatro vezes o melhor jogador do mundo, tem trabalhado separadamente e pode nem mesmo entrar em campo no Levi’s Stadium, de acordo com relatos da imprensa argentina neste domingo.

Ele será substituído por Nicolás Gaitán, um jogador que foi convocado 13 vezes em seis anos, mas que o técnico Gerardo Martino identificou como seu melhor reserva para Messi sem alterar as táticas.

Um canhoto que gosta de jogar pela direita e cortar o campo por dentro em direção ao ataque, com um bom histórico de assistências em seu clube Benfica, seu estilo de jogo lembra o de Messi.

"Eu não arriscaria, não quero perdê-lo na primeira partida", disse o defensor Marcos Rojo segundo a imprensa argentina, temendo que um agravamento da lesão de Messi possa tirá-lo do torneio.

Pelo menos no papel, os outros jogos do Grupo D, contra Panamá e Bolívia, parecem fáceis para Argentina e Chile.