Justiça proíbe prefeitura do Rio de distribuir ingressos olímpicos

segunda-feira, 6 de junho de 2016 21:23 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Justiça Eleitoral do Rio de Janeiro suspendeu nesta segunda-feira a distribuição de ingressos dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, anunciada na semana passada pela prefeitura.

Ao todo, a prefeitura pretendia distribuir a servidores, alunos do município e portadores de necessidades especiais cerca de 550 mil ingressos. O custo para os cofres do município é estimado em cerca de 5 milhões de reais.

O juiz da fiscalização da propaganda eleitoral, Marcello Rubiolli, argumentou no despacho que a distribuição poderia configurar uso da máquina pública em benefício eleitoral.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, apoia nas eleições municipais deste ano o ex-secretário de governo e deputado federal do PMDB Pedro Paulo Carvalho.

A prefeitura tem 48 horas para se manifestar, e informou que foi notificada e está analisando a decisão para dar todas as explicações à Justiça Eleitoral.

Na semana passada, a Prefeitura do Rio anunciou a compra de 500 mil ingressos dos Jogos Paralímpicos, e mais 47 mil da Olimpíada, para doar a servidores municipais, alunos da rede de ensino e usuários de entidades de atendimento a pessoas com deficiência.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)