OMS fará reunião sobre Zika e deve rever orientação de viagem para Rio 2016, diz porta-voz

terça-feira, 7 de junho de 2016 13:53 BRT
 

Por Stephanie Nebehay

GENEBRA (Reuters) - O comitê de emergência para o Zika vírus da Organização Mundial da Saúde (OMS) vai realizar uma reunião regular na próxima semana para rever suas recomendações sobre a doença, inclusive com relação aos Jogos Olímpicos do Rio, disse um porta-voz da OMS nesta terça-feira.

Os especialistas independentes, que se reuniram pela última vez em 8 de março, "vão olhar as evidência com relação à Olimpíada e muito provavelmente irão rever as orientações de viagem", disse o porta-voz da OMS Christian Lindmeier a repórteres.

A OMS rejeitou um pedido feito por mais de 100 cientistas para adiar ou transferir os Jogos do Rio por conta da ameaça do surto do Zika. O vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, possui ligação com a microcefalia, uma má-formação congênita em bebês.

"A função do Comitê de Emergência é revisar todas as novas ciências e todas as novas evidências que surgiram nos últimos meses e revisar suas próprias recomendações, para fazer novas recomendações e divulgar novos guias", disse Lindmeier.

A teleconferência dos especialistas será feita em 14 de junho, informou a OMS em comunicado, que não mencionou o início dos Jogos Rio 2016, em 5 de agosto.

"Especialistas de diversas disciplinas irão apresentar pesquisas e outras informações relevantes ao surto, incluindo o que foi aprendido até agora sobre microcefalia, outras más-formações neonatais e desordens neurológicas, como a síndrome de Guillain-Barré."

Novas pesquisas que tentam calcular o risco do Zika vírus durante a Olimpíada no Rio podem tranquilizar organizadores e os mais de 500 mil atletas e torcedores esperados para chegar ao país no epicentro da epidemia.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

 
Logos dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 ao lado de telão exibindo mensagem sobre Zika na sede do comitê Rio 2016.  REUTERS/Ricardo Moraes