Armadores Westbrook e Harden anunciam que não representarão EUA nos Jogos do Rio

sábado, 11 de junho de 2016 13:13 BRT
 

(Reuters) - O armador do Oklahoma City Thunder, Russell Westbrook, um dos jogadores mais dinâmicos da NBA, disse na sexta-feira que não representará a seleção norte-americana, que defende a medalha de ouro na Olimpíada do Rio de Janeiro.

"Depois de conversar com minha família, decidi não participar da Olimpíada deste ano", disse Westbrook, membro da equipe que venceu a competição masculina de basquete em Londres, em 2012.

"Não foi uma decisão fácil, pois representar meu país no Mundial de 2010 e na Olimpíada de 2012 foram o auge da minha carreira. Espero por mais oportunidades de jogar pela seleção no futuro."

Horas depois do anúncio de Westbrook, o armador cestinha do Houston Rockets, James Harden, também se retirou do time que viaja ao Rio de Janeiro.

"Como resultado de conversas muito difíceis com minha família, os Rockets e conselheiros em que confio, eu notifiquei Jerry Colangelo (diretor da seleção) que não competirei na Olimpíada de 2016 no Brasil", disse Harden, em um comunicado.

O também armador, e melhor jogador da temporada da NBA, Stephen Curry, disse na segunda-feira que estava se retirando do time olímpico para dar tempo para que seu joelho se recupere de uma lesão.

Embora Westbrook não tenha especificado os motivos da sua decisão, o ciclista Tejay van Garderen, semana passada, retirou-se da Olimpíada por preocupações com o vírus Zika, que poderia apresentar riscos à saúde de sua mulher, que está grávida.

Profissionais de saúde dos EUA concluíram que a infecção do Zika em mulheres grávidas pode causar microcefalia, um defeito de nascimento, cuja marca são cabeças pequenas, e que pode levar a sérios problemas de desenvolvimento em bebês.