Hooligans russos treinaram para ação violenta em Marselha, diz procurador

segunda-feira, 13 de junho de 2016 09:13 BRT
 

MARSELHA (Reuters) - Russos treinados para lutar participaram dos incidentes de violência entre torcedores rivais que ocorreram em Marselha nos primeiros dias da Euro 2016, disse o procurador-chefe da cidade francesa nesta segunda-feira.

"Havia 150 torcedores russos, que na realidade eram hooligans", disse o procurador Brice Robin durante entrevista coletiva. "Estas pessoas estavam bem preparadas para ações ultrarrápidas e ultraviolentas. Estas são pessoas extremamente bem treinadas".

Robin disse que alguns torcedores russos foram enviados de volta quando desembarcaram no aeroporto internacional de Marselha, mas que outros chegaram por terra.

Trinta e cinco pessoas, na maioria ingleses, ficaram feridas nas brigas envolvendo torcedores russos, ingleses e franceses, além da polícia, na região do Vieux Port de Marselha.

(Reportagem de Jean-Francois Rosnoblet, em Marselha, e Brian Love, em Paris)

 
Torcedores durante briga em Marselha antes de jogo da Euro 2016.   11/06/2016       REUTERS/Jean-Paul Pelissier