França reforça policiamento em Lille para chegada de torcedores ingleses e russos

quarta-feira, 15 de junho de 2016 12:53 BRT
 

Por Philip O'Connor e John Irish

LILLE/PARIS (Reuters) - Milhares de torcedores ingleses e russos chegaram a Lille nesta quarta-feira para assistir as próximas partidas de suas seleções na Euro 2016, e o governo francês disse estar inundando a cidade de policiais.

A França está desesperada para evitar uma repetição dos episódios de violência que ofuscaram o jogo entre Rússia e Inglaterra em Marselha no sábado, e as autoridades de Lille proibiram a venda e o consumo de álcool e reforçaram a segurança na cidade do norte francês.

As seleções inglesa e russa não voltarão a se enfrentar na fase de grupos, mas disputam seus próximos confrontos a pouca distância. As torcidas rivais certamente se encontrarão em Lille, que é destino de trens da Inglaterra e abriga áreas com telões para torcedores sem ingressos.

Depois de pequenos confrontos perto da estação de trem na noite de terça-feira, Lille estava calma no horário local de almoço desta quarta-feira, dia em que a Rússia enfrenta a Eslováquia. A Inglaterra joga contra os galeses em Lens, a meros 40 quilômetros de distância, na quinta-feira.        

Os dois times foram ameaçados de expulsão da competição depois que centenas de torcedores se enfrentaram em Marselha ao longo de três dias e receberam rajadas de gás lacrimogêneo do batalhão de choque, que teve dificuldades para apartar as brigas.

"Hoje, a medida é muito simples: encher os espaços públicos de policiais para não haver oportunidade para nenhuma forma de hooliganismo", disse o ministro dos Esportes, Patrick Kanner, à rádio RTL.

Ao contrário de Marselha, onde os torcedores podiam beber por horas a fio, os fanáticos por futebol tiveram dificuldade de fazer o mesmo em Lille e Lens devido à proibição de bebidas imposta até sexta-feira, que levou ao fechamento de bares e cafés e à interdição da venda de álcool em lojas e postos de combustível.     

O ministro dos Esportes russo, Vitaly Mutko, disse que "não tem nenhuma certeza de que a desordem envolvendo torcedores russos não se repetirá" e culpou os fãs ingleses por provocarem a confusão.              

Mutko classificou a decisão da Uefa, entidade reguladora do futebol europeu, de multar sua seleção e de alertá-la oficialmente pela violência testemunhada dentro do Velódromo de Marselha de "excessiva".

Cerca de 4 mil policiais estarão presentes à disputa entre Rússia e Eslováquia, e aproximadamente 40 mil torcedores ingleses são esperados em Lens na quinta-feira.