Atletas russos impedem testes de doping rotineiramente, diz agência

quarta-feira, 15 de junho de 2016 16:33 BRT
 

(Reuters) - Os atletas russos produziram 52 exames de doping positivos e 111 se recusaram a fazer testes, disse a Agência Mundial Antidoping (Wada) nesta quarta-feira, na atualização de um relatório a respeito dos testes em esportistas da Rússia durante o período de descumprimento de regras da entidade do país.

O relatório da Wada, que cobre um período de seis meses, iniciados em novembro, na esteira da suspensão da Agência Russa Antidoping, também informou que alguns atletas russos não completaram eventos ou se retiraram de listas de competição para enganar as autoridades de controle de doping.

A atualização ocorre dois dias antes de a Associação Internacional de Federações de Atletismo (Iaaf) realizar uma votação crucial em Viena para decidir se a delegação de atletismo russa poderá competir na Olimpíada do Rio de Janeiro de 2016 entre os dias 5 e 21 de agosto.

A Rússia foi suspensa de todas as competições de atletismo em novembro, depois que um relatório independente da Wada revelou a prática generalizada de doping entre seus competidores com patrocínio estatal.

A atualização da entidade certamente não irá ajudar a causa russa, já que descobriu esforços abrangentes para evitar exames, incluindo uma ocasião específica na qual uma atleta tentou usar um recipiente inserido no corpo que supostamente continha urina sem drogas.

(Por Steve Keating em Toronto)