Moreira Franco diz que ajuda federal ao RJ será para evitar vergonha na Olimpíada

segunda-feira, 20 de junho de 2016 11:31 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Estado do Rio de Janeiro vive uma situação distinta dos demais que justifica uma ajuda financeira emergencial do governo federal, disse nesta segunda-feira o secretario-executivo do Programa de Parcerias de Investimento, Moreira Franco, que acrescentou que a União precisa ajudar o Estado que receberá os Jogos Olímpicos para evitar uma vergonha internacional.

Moreira frisou que a imagem do Brasil já está muito desgastada no cenário internacional em razão das crises econômica e política, e que o não cumprimento de obrigações olímpicas poderia piorar ainda mais a situação do país.

“O Brasil, que já está com a imagem muito arranhada em função de erros de política econômica, não pode pagar um mico deste tamanho no maior evento esportivo que a humanidade e o planeta presenciam de quatro em quatro anos”, disse o secretário a jornalistas, após participar de seminário na Fundação Getúlio Vargas, no Rio.

“Acredito que essas circunstâncias impõem uma atitude do governo federal no sentido que façamos aqui grandes Jogos Olímpicos”, acrescentou.

O Estado do Rio decretou na sexta-feira situação de calamidade pública diante da grave crise financeira enfrentada pela administração estadual. Com a medida, o Estado espera receber cerca de 3 bilhões de reais de ajuda do governo federal para o pagamento da folha de servidores, bônus para policiais que vão trabalhar na Olimpíada e para concluir as obras da Linha 4 do metrô, fundamental para os Jogos Olímpicos.

A possível concessão de recursos federais ao Rio de Janeiro foi prometida na quinta-feira pelo presidente interino Michel Temer em reunião com o governador em exercício do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, segundo uma fonte do governo fluminense, o que estaria pressionando o governo federal a conceder vantagens também a outros Estados que passam por dificuldades financeiras.

Governadores vão se reunir com Temer mais tarde nesta segunda-feira em Brasília para discutir a situação financeira dos Estados. Segundo Moreira Franco, se espera uma solução para a situação do Rio de Janeiro no encontro.

"Há compromissos do governo federal com a Olimpíada e com o COI (Comitê Olímpico Internacional)... Nesse quadro terrível do Rio de Janeiro é preciso ajudar para evitar um mico internacional. Há uma questão que distingue o Rio de outros Estados que é a Olimpíada. Não se pode esquecer isso”, afirmou.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

 
Secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos, Wellington Moreira Franco, em entrevista à Reuters, em Brasília
25/05/2016 REUTERS/Adriano Machado