Puma diz que camisas da seleção suíça rasgaram por uso de material com defeito

segunda-feira, 20 de junho de 2016 12:34 BRT
 

BERLIM (Reuters) - A fabricante de materiais esportivos Puma informou que rastreou o problema por trás das camisas rasgadas da seleção da Suíça na Euro 2016 até um lote de material defeituoso usado em apenas um número limitado de uniformes da equipe.

Durante o empate sem gols no domingo contra a França, camisas de pelo menos quatro jogadores suíços foram rasgadas quando puxadas por oponentes, fazendo com que jogadores do time tivessem que mudar de camisa ao menos três vezes no primeiro tempo.

A empresa alemã informou que análises das camisas mostraram que uma remessa de materiais estava com defeito, tornando o tecido mais frágil.

"A Puma analisou o inventário de todas as camisas de todas as seleções da Puma e pode garantir que tal incidente infeliz não irá acontecer novamente", informou em comunicado em seu site.

Além da Suíça, a Puma também é fornecedora dos uniformes de Áustria, República Tcheca, Itália e Eslováquia na Euro.

(Reportagem de Victoria Bryan)

 
Meia suíço Xhaka com camisa rasgada durante partida da Euro 2016.   19/06/2016       REUTERS/Gonzalo Fuentes