Campeonato Inglês não perderá prestígio por causa de saída britânica da UE, diz porta-voz

sexta-feira, 24 de junho de 2016 11:02 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A decisão do Reino Unido de se separar da União Europeia não irá prejudicar o prestígio do campeonato nacional de futebol mais popular do mundo, disse a Liga Inglesa nesta sexta-feira.

Na temporada passada, 432 jogadores europeus se registraram para atuar na liga de 20 times, e alguns dos maiores talentos do continente mostraram serviço nos principais clubes da Inglaterra.

    Embora não vá haver implicações imediatas para os jogadores residentes na UE que já jogam na Liga Inglesa, a longo prazo a desfiliação pode tornar a contratação de novos jogadores mais difícil para as equipes inglesas.

    Mas o porta-voz do Campeonato Inglês disse ser cedo demais para fazer previsões sobre o efeito que o rompimento terá.

    "O Campeonato Inglês é uma competição esportiva de enorme sucesso que tem grande apelo local e global", afirmou.

    Independentemente do resultado do referendo, continuará sendo assim, acrescentou.

    "Dada a natureza incerta do que pode vir a ser o cenário político e regulatório depois da votação do 'sai', não faz muito sentido tentar adivinhar as implicações até haver maior clareza", disse o representante.

    "Está claro que continuaremos a trabalhar com o governo e outras instituições, seja qual for o desfecho de qualquer processo".

    Atualmente, jogadores de fora da UE têm que cumprir certos requisitos antes de receber vistos de trabalho, como ter disputado 30 por cento dos jogos de seu clube anterior nos dois anos anteriores à transferência.           Continuação...

 
Logo da Liga Inglesa, Barclays Premier League, visto em uniforme do Liverpool.  11/05/2016
Action Images via Reuters / Carl Recine