24 de Junho de 2016 / às 18:17 / um ano atrás

Agência Mundial Antidoping suspende credenciamento de laboratório do Rio

Autoridades posam em laboratório antidoping do Rio. 9/5/2016. REUTERS/Ricardo Moraes

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Agência Mundial Antidoping (Wada) anunciou nesta sexta-feira a suspensão do credenciamento do laboratório antidoping do Rio de Janeiro que seria utilizado para os exames dos Jogos Olímpicos de agosto, a 42 dias da abertura da Olimpíada na cidade.

De acordo com comunicado em seu site, a agência informou que a suspensão ocorreu por falta de conformidade com os padrões internacionais e vale a partir de 22 de junho.

O Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD), que funciona dentro da Universidade Federal do Rio de Janeiro, pode recorrer da decisão junto à Corte Arbitral do Esporte.

Procurado pela Reuters, o laboratório não tinha uma posição de imediato sobre a suspensão, que o impede de realizar análises antidoping de amostras de sangue e urina.

A suspensão imposta pela Wada tem caráter provisório e poderá ser revista por um comitê disciplinar que será formado para analisar a situação, de acordo com o comunicado da agência.

“A Wada vai trabalhar de perto com o Laboratório do Rio para resolver a questão identificada”, disse o diretor-geral da agência, Olivier Niggli, em comunicado no site da Wada.

A Wada informou também que durante a suspensão do LBCD amostras que seriam analisadas pelo laboratório do Rio serão transportadas para outro laboratório que seja credenciada pela agência em outro país.

O LBCD havia sido recredenciado pela Wada em maio do ano passado, após receber investimento federal de 188 milhões de reais em obras e na compra de novos equipamentos e materiais para ser modernizado com vistas aos Jogos Olímpicos de agosto.

Durante a Copa do Mundo de 2014 no Brasil os exames antidoping precisaram ser feitos em Lausanne, na Suíça, uma vez que o laboratório brasileiro não tinha o credenciamento internacional exigido.

No início deste ano o governo brasileiro apresentou ao Congresso, de última hora, uma medida provisória para alterar a legislação antidoping brasileira de forma a ficar de acordo com as exigências da Wada e evitar o descredenciamento do país. Se o Brasil fosse descredenciado, o LBCD também perderia sua credencial.

A Agência Brasileira de Controle de Dopagem, responsável pelo combate ao doping no país, disse em nota que confia no trabalho desempenhado pelo laboratório e espera que a suspensão seja retirada o mais breve possível.

A Wada não respondeu de imediato perguntas sobre as irregularidades encontradas no laboratório do Rio.

Por Pedro Fonseca

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below