Mais jogadores da Argentina podem se aposentar da seleção, diz Aguero

segunda-feira, 27 de junho de 2016 11:50 BRT
 

(Reuters) - O atacante Sergio Aguero disse que ele e outros jogadores da seleção da Argentina podem seguir o exemplo do capitão Lionel Messi e se aposentar da equipe depois de perderem a final da Copa América Centenário nos pênaltis para o Chile, no segundo revés consecutivo em uma decisão contra o mesmo adversário.

Messi, de 29 anos, que bateu sua cobrança de pênalti por cima do travessão, anunciou sua decisão pouco depois da disputa de domingo à noite em Nova Jersey, nos Estados Unidos.

"É provável que Messi não seja o único a deixar a seleção", disse Aguero, que perdeu sua terceira decisão com a Argentina, ao jornal Olé. "Há vários jogadores, como eu, que estão avaliando se continuam ou não".

O atacante do Manchester City, que substituiu Gonzalo Higuaín aos 25 minutos do segundo tempo, ficou tremendamente decepcionado quando a Argentina se mostrou incapaz de pôr fim ao jejum de 23 anos sem títulos da seleção principal.

"A pessoa não quer pensar assim, mas às vezes acontecem certas coisas e a ideia (de se aposentar) vêm à mente", afirmou Aguero, que conquistou o ouro olímpico em 2008. "Depois é difícil de pôr para fora".

Aguero atua na seleção da Argentina desde setembro de 2006 e tem relação de amizade com Messi, eleito cinco vezes o melhor jogador do mundo.

"Infelizmente, quem sai mais abalado é Leo Messi depois de perder um pênalti", disse o jogador de 28 anos. "Nunca o vi tão mal no vestiário".

"Todos nós estamos abalados e tentaremos pensar em algo mais e seguir em frente. Mais uma vez, a sorte não esteve do nosso lado".

(Por Adriana Garcia)

 
Atacante Sergio Aguero durante partida contra Bolívia pela Copa América Centenário.    14/06/2016       Joe Nicholson-USA TODAY Sports