Técnico da seleção inglesa Hodgson pede demissão após eliminação na Euro

segunda-feira, 27 de junho de 2016 20:23 BRT
 

NICE, França (Reuters) - O técnico da Inglaterra, Roy Hodgson, pediu demissão do cargo após uma surpreendente derrota por 2 x 1 para a Islândia que eliminou sua equipe da Euro 2016 nesta segunda-feira, ainda na fase de oitavas de final.

"Meu contrato sempre foi até este torneio. Eu adoraria ficar mais dois anos, mas agora é hora de alguém assumir este grupo de jogadores", disse ele em entrevista coletiva.

O treinador de 68 anos está no cargo há quatro anos, quando substituiu o italiano Fabio Capello, depois de uma carreira comandando clubes principalmente na Inglaterra e na Escandinávia e também a seleção suíça.

"Estamos fora da Euro, por isso agora é o momento de alguém supervisionar o progresso de um grupo extremamente talentoso de jogadores", disse ele. "Eles têm agido de maneira fantástica, e feito tudo o que foi pedido."

"Sinto muito que tenha terminado em outra eliminação, mas essas coisas acontecem e eu desejo a eles o melhor e espero que vocês ainda possam ver uma equipe da Inglaterra numa final de um grande torneio muito em breve, algo que não fomos capazes de conseguir", acrescentou Hodgson, cujo time venceu apenas três dos 11 jogos em grandes torneios.

(Reportagem de John Geddie)

 
Técnico Roy Hodgson durante partida da Inglaterra contra a Islândia pela Eurocopa
27/06/2016 REUTERS/Eric Gaillard