STJD da natação considera Etiene inocente em caso de doping e ela deve ir aos Jogos

quinta-feira, 30 de junho de 2016 21:11 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da natação declarou que a nadadora Etiene Medeiros é inocente em um caso de exame antidoping positivo para a substância proibida fenoterol, informou a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) nesta quinta-feira, o que abre caminho para ela disputar a Olimpíada do Rio de Janeiro.

Ainda cabe recurso à Corte Arbitral do Esporte. No entanto, mesmo que alguma entidade recorra, não deve haver tempo suficiente para que a atleta seja julgada até os Jogos, que começam em 5 de agosto.

"Foi uma vitória que permitiu que ela participe dos Jogos Olímpicos", disse à Reuters o advogado da atleta, Marcelo Franklin, do escritório Franklin Advogados, acrescentando que "as provas são robustas pela inocência", sem divulgar os argumentos da defesa, uma vez que o caso não está encerrado.

Em sessão de julgamento na noite de quarta, o STJD decidiu por unanimidade "que nenhuma culpa ou negligência poderia ser imputada à atleta, declarando assim a sua inocência", disse a CBDA em comunicado.

A substância encontrada na amostra de Etiene é usada na medicina como antiasmática, mas consta na lista de elementos proibidos no esporte, pois também pode ter um efeito estimulante.

O teste foi realizado na atleta de 25 anos em 8 de maio, período fora de competições, e a contraprova confirmou o resultado positivo.

Etiene está entre as principais nadadoras do país, tendo alcançado o índice olímpico para as provas dos 50m e 100m estilo livre e 100m costas, além de fazer parte do revezamento feminino do Brasil.

(Por Tatiana Ramil)

 
Etiene Medeiros após prova dos 50m costas no Mundial de Kazan.  5/8/2015.       REUTERS/Michael Dalder