Delatora de esquema de doping na Rússia é autorizada a competir como atleta independente

sexta-feira, 1 de julho de 2016 09:49 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - A corredora russa Yulia Stepanova, que denunciou um esquema de doping em seu país, teve aceito um pedido para competir como atleta independente, informou a Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) nesta sexta-feira.

As revelações da ex-usuária de substâncias proibidos ajudaram a expor o problema imenso da prática de doping na Rússia. A corredora de provas de meia distância deixou seu país e se escondeu depois de explicitar a dimensão da questão.

Agora Yulia pode voltar a correr já em 6 de julho nos 800 metros, dado que a Associação Europeia de Atletismo aprovou sua participação no campeonato continental de Amsterdã.

A IAAF disse que seu conselho de análise de doping aceitou por unanimidade a requisição de Yulia e que recebeu mais de 80 pedidos formais de atletas russos que pedem uma permissão especial para competir individualmente.

"Stepanova agora pode competir em competições internacionais como atleta independente e neutra", afirmou a entidade em um comunicado.

A Associação Europeia de Atletismo reiterou a opinião da IAAF e disse reconhecer a "contribuição excepcional (de Yulia) para a proteção e o estímulo dos atletas limpos" e a liberou para atuar em Amsterdã na semana que vem.

Não ficou claro, porém, se a corredora poderá participar da Olimpíada do Rio de Janeiro de 2016, algo que a IAAF disse caber aos organizadores decidirem.

(Por Karolos Grohmann)

 
Logo da Associação Internacional de Federações de Atletismo visto durante evento em Mônaco.    11/03/2016       REUTERS/Eric Gaillard/File Photo