Interesse chinês no futebol gera febre de apostas online

domingo, 3 de julho de 2016 13:58 BRT
 

HONG KONG (Reuters) - Na cidade oriental chinesa de Hangzhou, o Sr. Li mal podia assistir enquanto o atacante português Cristiano Ronaldo se preparava para cobrar um pênalti em um equilibrado jogo contra a Áustria na Eurocopa. Mas ele tinha razão para estar nervoso: havia apostado dezenas de milhares de iuanes na vitória de Portugal.

Faltando 10 minutos para o final do jogo em Paris, a estrela do Real Madrid chutou na trave e o jogo terminou em empatado, o que fez Li perder o dinheiro que havia apostado usando o popular aplicativo de mensagens WeChat, da Tencent Holdings Ltd.

A crescente onda de interesse chinês pelo futebol global tem gerado como efeito colateral uma alta recorde nos jogos ilegais de apostas online, o que tem atraído a atenção da polícia sobre as apostas e feito gigantes como a Tencent e o Grupo Alibaba reprimirem essas atividades em seus aplicativos.

"Mas há tantos apostadores, grupos e plataformas durante a Eurocopa que acho realmente difícil encontrar todos eles", disse Li, que pediu para que apenas seu sobrenome fosse divulgado, uma vez que a maioria dos jogos de azar online é ilegal na China.

Com os preparativos para a final da Eurocopa em Paris no próximo domingo, a polícia chinesa disse observar um aumento no jogo ilegal online. Em uma única vistoria na semana passada, a polícia de Guangdong prendeu 147 pessoas e congelou quase 100 milhões de yuans (15 milhões de dólares) em recursos.

Neste domingo, o Ministério de Segurança Pública anunciou a prisão de 236 pessoas em quatro províncias devido ao envolvimento em apostas ilegais na internet relacionadas ao campeonato europeu.

Tanto a Alibaba quanto a Tencent reconhecem o problema e dizem ter sistemas para deter o comportamento ilegal.

Um boom de investimentos da China em futebol ajudou a elevar o interesse dos chineses no jogo. Empresas chinesas já investiram em clubes em outros países, além de empresas de gerenciamento de jogadores e direitos de imagem. Grandes estrelas do futebol também foram jogar na China em negócios milionários.

O organizador de um grupo de jogo online, que identificou-se apenas como Bao, disse que ele e quatro organizadores arrecadaram mais de 750 mil dólares em apostas e que dezenas de pessoas apostam em cada jogo.

"Em uma noite há milhões em apostas", ele disse, destacando que esse se tornou um lucrativo negócio. "Na final, provavelmente iremos a Macau ou Hong Kong e passaremos uma semana toda na suíte presidencial".

(Por Tris Pan)