Tribunal acata apelação e libera nadador sul-coreano Park para Rio 2016

sexta-feira, 8 de julho de 2016 08:45 BRT
 

Por Peter Rutherford

SEUL (Reuters) - O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS, na sigla em francês) abriu caminho para o ex-campeão de natação olímpico Park Tae-hwan competir na Olimpíada do Rio de Janeiro de 2016, ao acatar sua apelação contra um afastamento por doping do Comitê Olímpico Coreano, informou a agência de notícias Yonhap nesta sexta-feira.

Park, o primeiro coreano a conquistar uma medalha olímpica de natação ao vencer a prova dos 400 metros estilo livre em Pequim, finalizou uma punição de 18 meses imposta pela Federação Internacional de Natação (Fina, na sigla em francês) em março depois de testar positivo para testosterona antes dos Jogos Asiáticos de 2014.

Mas, segundo um regulamento do comitê coreano, em seguida ele foi submetido a um afastamento adicional de três anos da equipe nacional no dia em que a suspensão da Fina terminou, o que na prática o tiraria da Rio 2016.

Park levou seu caso ao TAS e também recorreu ao Comitê Olímpico Coreano e à Federação Coreana de Natação no Tribunal Distrital do Leste de Seul, que na semana passada decidiu que ele deveria ter a possibilidade de voltar a ser cogitado para representar a Coreia do Sul.

Nesta sexta-feira, o prazo final para os sul-coreanos apresentarem a lista de nadadores que competirão no Rio, a Yonhap relatou que o TAS apoiou o pedido do atleta para reverter a punição do comitê coreano.

O TAS, que ainda tem que confirmar o veredicto, já havia derrubado as punições duplas para atletas afastados por infrações relacionadas ao doping.

Em 2011, o tribunal sediado na Suíça decidiu que a 'Regra da Osaka' do Comitê Olímpico Internacional (COI), que proibia que atletas cumprindo suspensões de pelo menos seis meses competissem nos Jogos seguintes, violava seus estatutos.

Apesar da punição do Comitê Olímpico Coreano, Park participou da seletiva de natação em abril e venceu suas quatro provas com tempos rápidos o suficiente para classificá-lo para a Olimpíada.

    (Reportagem adicional de Nataly Park e Lee Jeung Eun)

 
Nadador olímpico sul-coreano Park Tae-hwan durante entrevista coletiva em Seul.    27/03/2015  REUTERS/Kim Hong-Ji