Tribunal espanhol arquiva processo sobre contratação de Neymar

sexta-feira, 8 de julho de 2016 17:10 BRT
 

MADRI (Reuters) - Um tribunal espanhol informou nesta sexta-feira que arquivou a ação penal relacionada à contratação de Neymar pelo Barcelona e salientou que não há provas de supostas irregularidades na negociação.

O juiz da Audiência Nacional José de la Mata determinou a extinção do processo, no qual também foram investigados o ex-presidente do Barcelona Sandro Rosell e o pai de Neymar, Neymar da Silva Santos, entre outros.

Neymar, que estendeu seu contrato com o Barcelona até 2021, foi contratado pelo clube catalão em 2013 junto ao Santos.

A investigação judicial espanhola começou depois que um sócio do Barcelona questionou os valores públicos do acordo para contratar Neymar. A equipe catalã inicialmente disse que pagou 57,1 milhões de euros pelo brasileiro, mas depois admitiu que o custo foi perto de 100 milhões de euros.

O Barcelona, ​​que tinha sido acusado de esconder parte do dinheiro pago na contratação, concordou com os promotores em pagar uma multa de 5,5 milhões de euros no âmbito do caso.

No entanto, o juiz espanhol considerou na sexta-feira que os contratos não foram simulados e que qualquer assunto dentro de um contrato válido, como compensação pagas ao jogador ou a intermediários, "deve ser ventilado em outra jurisdição".

(Reportagem de Rodrigo de Miguel)