Técnico Loew seguirá no comando da Alemanha apesar de decepção na Eurocopa

terça-feira, 12 de julho de 2016 15:13 BRT
 

Por Erik Kirschbaum

BERLIM (Reuters) - O técnico Joachim Loew anunciou nesta terça-feira que vai permanecer no comando da seleção da Alemanha para tentar repetir em 2018 na Rússia o título mundial conquistado na Copa de 2014 no Brasil, apesar de uma hesitação inicial sobre sua permanência após a derrota na semifinal da Euro 2016 para a França na semana passada.

Loew, que está no comando da Alemanha há 10 anos e que levou o time a cinco semifinais seguidas de Copa do Mundo e Eurocopa, disse em um comunicado que vai permanecer, acabando com as especulações de que o treinador de 56 anos poderia deixar o cargo.

"Apesar de nossa decepção, o time não desapontou", disse Loew, que foi assistente de Juergen Klinsmann por dois anos antes de assumir o cargo em 2006.

"Era o time mais jovem do torneio e continuo vendo um grande potencial", acrescentou o treinador, fazendo referência à média de idade de 25,4 anos da Alemanha. A Itália, em contrapartida, era o time mais velho, com média de 29,4 anos.

O treinador liderou a seleção alemã a pelo menos as semifinais em todos os torneios que disputou desde que tomou posse após a Copa do Mundo de 2006, em que a Alemanha de Klinsmann também chegou às semifinais, sendo derrotada pela Itália.

Loew ainda levou a Alemanha ao título mundial de 2014 -- o quarto do país após as conquistas em 1954, 1974 e 1990. Seu retrospecto em 137 jogos é de 90 vitórias e 23 derrotas.

 
Joachim Loew durante jogo da Alemanha contra a França.  7/7/16. REUTERS/Kai Pfaffenbach