Vôlei masculino de Cuba estará no Rio apesar de investigação sobre estupro

quarta-feira, 13 de julho de 2016 19:05 BRT
 

HAVANA (Reuters) - A equipe cubana masculina de vôlei vai disputar a Olimpíada do Rio apesar da prisão de seis dos seus jogadores na Finlândia por causa de uma suspeita de estupro, disse um representante do Instituto Nacional dos Esportes (Inder), de acordo com o site Cubadebate e outros meios de comunicação controlados pelo Estado nesta quarta-feira.

Cuba vai enviar 120 atletas para os Jogos do Rio de Janeiro que competirão em 18 modalidades, disse José Antonio Miranda, diretor do Inder, segundo os meios de comunicação.

"Depois de não se classificar para o vôlei por 16 anos, nós tivemos 18 atletas em nossa pré-seleção, e nós estaremos com 12 nos Jogos Olímpicos”, declarou Miranda.

A polícia prendeu oito jogadores neste mês na cidade finlandesa de Tampere, onde o time cubano disputava a Liga Mundial. O caso de estupro teria ocorrido no hotel onde a equipe estava hospedada.

Dois dos homens foram liberados e não são mais considerados suspeitos. Os outros seis permanecem sob custódia enquanto a investigação continua.

(Reportagem de Nelson Acosta)