Usada quer proibição geral de atletas russos nas Olimpíadas do Rio

sábado, 16 de julho de 2016 14:36 BRT
 

Por Karolos Grohmann

(Reuters) - As agências antidoping dos Estados Unidos e do Canadá querem banir totalmente a Rússia dos Jogos Olímpicos do Rio após a divulgação na próxima semana do relatório-chave sobre as acusações de doping durante os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 em Sochi, segundo rascunho de uma carta à qual a Reuters teve acesso neste sábado.

As equipes de atletismo da Rússia já estão proibidas pela Associação Internacional de Atletismo (IAAF) de competir nos Jogos Olímpicos do próximo mês devido ao doping generalizado no esporte.

No rascunho da carta dirigida ao Comitê Olímpico Internacional (COI), que será enviada assim que o relatório de Sochi -- liderado pelo professor canadense de direito Richard McLaren -- for apresentado na segunda-feira, o CEO da agência antidoping dos Estados Unidos (Usada), Travis Tygart, irá pedir a proibição de todos os atletas russos, e não apenas do atletismo.

"Escrevemos em nome de uma comunidade de atletas limpos e organizações antidoping que acreditam que o COI pode levar adiante a defesa dos princípios das Olimpíadas", diz o rascunho assinado por Tygart e Paul Melia, CEO do Centro Canadense pela Ética nos Esportes (CCES).