Com 416 atletas, China enviará ao Rio maior delegação olímpica da história no exterior

segunda-feira, 18 de julho de 2016 13:38 BRT
 

XANGAI (Reuters) - A China enviará 416 atletas à Olimpíada do Rio de Janeiro, a maior delegação olímpica de sua história no exterior, levando adiante uma busca de medalhas graças à qual o país assumiu o segundo lugar nos Jogos de Londres 2012, só atrás dos Estados Unidos.

A nação asiática irá embarcar 256 mulheres e 160 homens para competirem em 26 esportes, disse o governo durante uma cerimônia na qual revelou a delegação em Pequim nesta segunda-feira, relatou a agência de notícias estatal Xinhua. Nos Jogos de Londres de 2012, foram 396 atletas.

"Essa é a maior delegação olímpica que a China já enviou ao exterior", disse Cai Zhenhua, vice-diretor da Administração Geral do Esporte chinesa, segundo a Xinhua. Ele teria acrescentado que a delegação tem 711 membros, incluindo 29 treinadores estrangeiros.

Os torcedores chineses ficaram aliviados com a inclusão do popular nadador Ning Zetao, objeto de rumores recentes segundos os quais teria sido cortado da equipe por ter muitos compromissos comerciais.

O integrante mais jovem da equipe é Ai Yanhan, de 14 anos, que irá disputar as provas de 200 metros estilo livre e revezamento 4x200 metros femininos, e o mais experiente é Chen Ying, que tem 39 anos e foi campeão de tiro na Olimpíada de Pequim.

Entre as ausências notáveis estarão o ginasta cinco vezes medalhista de ouro olímpico Zou Kai e a também ginasta adolescente Liu Tingting. O campeão olímpico de levantamento de peso Liao Hui, que perdeu os Jogos de 2012 depois de ser flagrado em um exame de doping, anunciou sua aposentadoria no Weibo, site chinês semelhante ao Twitter, nesta segunda-feira.

(Por Brenda Goh)

 
Atleta chinês Lei Gao durante evento no Rio de Janeiro.   19/04/2016 - REUTERS/Pilar Olivares