Metade dos brasileiros é contra Olimpíada do Rio, diz Datafolha

terça-feira, 19 de julho de 2016 08:01 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A rejeição aos Jogos Olímpicos do Rio dobrou de 2013 para 2016 e chegou a 50 por cento da população brasileira, revelou pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira, a 17 dias da cerimônia de abertura da primeira Olimpíada na América do Sul.

O aumento da avaliação negativa com relação aos Jogos ocorre mediante uma mudança de cenário econômico no país, que enfrenta a pior recessão econômica em décadas, e também em meio às investigações de corrupção da operação Lava Jato, que envolvem empreiteiras diretamente envolvidas nas obras olímpicas.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, que publicou o levantamento nesta terça, a parcela dos que haviam dito ser contra a realização da Rio 2016 na pesquisa anterior do instituto, em junho de 2013, era de 25 por cento.

Entre os que apoiam o evento que acontecerá no próximo mês, houve um recuo de 64 por cento em 2013 para 40 por cento este mês, segundo a Folha. Outros 9 por cento disseram ser indiferentes à competição, e 2 por cento não responderam.

O Datafolha apontou também que 63 por cento dos entrevistados acreditam que o evento trará mais prejuízos do que benefícios para os brasileiros em geral, ante 38 por cento no levantamento de 2013.

A pesquisa revelou ainda um crescente desinteresse dos brasileiros com relação à Olimpíada, que vai de 5 a 21 de agosto. Entre os entrevistados este mês, 51 por cento disseram não ter nenhum interesse, em um salto ante 28 por cento no levantamento anterior. Só 16 por cento afirmaram estar muito interessados no evento.

O Datafolha entrevistou 2.792 pessoas acima de 16 anos, em 171 municípios de todo o país, entre os dias 14 e 15 de julho. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)

 
Anéis olímpicos vistos em Madureira, Rio de Janeiro.   17/07/2016       REUTERS/Bruno Kelly