Brasil não subestima terrorismo e está tomando medidas necessárias, diz ministro

quarta-feira, 20 de julho de 2016 18:39 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, afirmou nesta quarta-feira que o Brasil não subestima a questão do terrorismo e que está tomando todas as medidas necessárias para a Olimpíada do Rio de Janeiro.

"Não há nenhum risco adicional de segurança nos Jogos Olímpicos", disse o ministro a jornalistas.

"Não se subestima nada em relação à segurança... O governo adotou todas as medidas recomendadas pelos protocolos internacionais de segurança, há colaboração de mais de uma centena de países que enviam agentes de segurança. A atenção com a segurança é permanente. O governo tem absoluta convicção de que os Jogos serão seguros."

Picciani afirmou também que não houve nenhuma alteração na recepção de chefes de Estado para a abertura da Olimpíada, em 5 de agosto.

"Foi informada a confirmação de cerca de 50 chefes de Estado até este momento", disse Picciani.

"Até dia 24 teremos toda a operação do governo federal funcionando no Rio de Janeiro... As instalações estão todas prontas e cronograma de entrega dos materiais esportivos está dentro do previsto."

O Brasil decidiu rever o plano de segurança para os Jogos após o ataque da semana passada em Nice, na França, no qual um caminhão atropelou uma multidão no feriado do Dia da Bastilha, matando 84 pessoas.

(Reportagem de Lisandra Paragrassu)

 
Picciani concede entrevista à Reuters em Brasília.  18/5/2016. REUTERS/Adriano Machado