Atacante Mario Gomez deixa Besiktas por situação política da Turquia

quarta-feira, 20 de julho de 2016 19:24 BRT
 

ISTAMBUL (Reuters) - O atacante alemão Mario Gomez está deixando o campeão do futebol turco, Besiktas, por causa da situação política instável no país, disse ele nesta quarta-feira.

O ex-jogador do Stuttgart e do Bayern de Munique marcou 26 gols no Campeonato Turco na temporada passada, ajudando o seu time a vencer o torneio, um desempenho que também o levou a conquistar uma vaga na seleção da Alemanha que foi para a Euro 2016.

"A razão para isso é completamente devido à situação política”, o atacante de 31 anos disse pelo Facebook.

"Não há razão esportiva ou qualquer outra que me fez tomar essa decisão. É puramente por causa dos eventos terríveis que aconteceram nos últimos dias”, acrescentou Gomez, que marcou dois gols durante a Euro 2016 e ajudou a Alemanha a chegar às semifinais.

Cerca de 60 mil soldados, policiais, juízes, funcionários públicos e professores foram suspensos, detidos ou estão sob investigação desde a tentativa de golpe de sexta-feira.

O golpe fracassado e a repressão que se seguiu têm desestabilizado o país de 80 milhões de pessoas, que faz fronteira com o caos sírio e é um aliado ocidental contra o Estado Islâmico.

 
Mario Gomez em jogo da Alemanha contra a Itália.  2/7/16. REUTERS/Michael Dalder