Suspeito de preparar atentado nos Jogos do Rio se entrega à Polícia Federal

sexta-feira, 22 de julho de 2016 20:16 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O 11º suspeito de realizar preparativos para cometer um ataque terrorista durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro se entregou à Polícia Federal nesta sexta-feira, informou a PF, e um suspeito segue foragido.

O suspeito se entregou na cidade de Vila Bela da Santíssima Trindade, no Mato Grosso, por volta das 18:00, informou a Polícia Federal. Ele foi alvo de um dos 12 mandados de prisão emitidos pela Justiça Federal do Paraná no âmbito da Operação Hashtag, que prendeu suspeitos que teriam realizado "atos preparatórios" visando realizar um atentado.

"Ele (o suspeito que se entregou nesta sexta) será ouvido e depois encaminhado a um presídio federal. Por questões de segurança, horários e locais não serão divulgados", informou a PF em nota.

Os dez suspeitos presos na quinta-feira foram levados para um presídio federal em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, informou a PF mais cedo.

A operação foi deflagrada na quinta-feira, a 15 dias da abertura da Olimpíada do Rio de Janeiro. Segundo autoridades, os suspeitos foram monitorados a partir das quebras de sigilo de dados e telefônicos.

De acordo com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, os suspeitos foram presos depois que passaram de uma fase inicial de declarações via internet a realizar atos preparatórios para possíveis atentados, como treinamentos de artes marciais, armamentos, tiro e até a busca por compra de arma.

LIGAÇÃO COM ESTADO ISLÂMICO

Segundo o ministro, a atividade do grupo de suspeitos se acelerou nos últimos meses, depois que alguns participantes juraram lealdade ao Estado Islâmico e que um deles fez contato com uma loja de venda ilegal de armas no Paraguai, em busca de um fuzil AK–47.   Continuação...