COI decide neste domingo futuro do atletismo russo nas Olimpíadas do Rio

domingo, 24 de julho de 2016 10:58 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Rússia será informada neste domingo se será banida completamente das Olimpíadas do Rio, após a decisão histórica do conselho executivo do Comitê Olímpico Internacional.

O conselho adiou a decisão na última segunda-feira, alegando a necessidade de coletar uma opinião geral, mas o caminho para a proibição pareceu aberto na terça-feira, quando o Tribunal Arbitrário do Esporte (CAS) acatou a decisão da Associação Internacional das Federações de Atletismo e proibiu a equipe russa de atletismo de ir aos jogos.

A decisão do CAS apóia a argumentação de punição de inocentes junto aos culpados, já que os organismos esportivos lutam para saber como combater o doping generalizado e sofisticado, além de um sistema encoberto que envolve atletas, funcionários de agências antidoping e autoridades governamentais.

O COI deu uma indicação de sua indignação quando anunciou que procedimentos disciplinares seriam abertos contra as autoridades russas mencionadas pelo relatório independente McLaren da Agência Mundial Antidoping (WADA, revelado na segunda-feira.

O relatório descreve o vasto uso de doping e encobrimentos em uma série de esportes olímpicos de verão e inverno, particularmente nos jogos de Sochi, realizados na Rússia em 2014.

O COI informou na segunda-feira que não iria organizar ou patrocinar qualquer evento esportivo na Rússia, incluindo os Jogos Europeus de 2019, e que nenhum membro do Ministério do Esporte russo implicado no relatório terá credenciais para o Rio.

Também ordenou imediatamente um novo teste de todos os atletas russos que participaram nos Jogos Olímpicos de Sochi, bem como uma investigação completa sobre os encobrimentos de doping. Encarregou todas Federações Desportivas internacionais das Olimpíadas de Inverno a deter os preparativos para grandes eventos na Rússia.

O COI disse que iria "explorar as opções legais no que diz respeito a uma proibição coletiva de todos os atletas russos para os Jogos Olímpicos de 2016 em relação ao direito à justiça individual."

Desde então, uma série de federações desportivas internacionais, agências antidoping os atletas se manifestaram a favor da proibição geral de todos os esportes no Rio, mas alguns já disseram que são contra punir atletas inocentes.   Continuação...