COI decide manter a Rússia nos jogos olímpicos do Rio

domingo, 24 de julho de 2016 11:15 BRT
 

BERLIM (Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional decidiu não suspender a Rússia das Olimpíadas do Rio de Janeiro, apesar das informações sobre um largo esquema de doping envolvendo atletas e oficiais do governo e das federações russas, mas informou que a participação de qualquer atleta do país estará "sujeita a rigoroso teste antidoping".

A decisão sobre a participação de atletas individualmente será deixada a cargo de cada uma das federações, informou o COI neste domingo. O Comitê ressaltou, no entanto, que a Rússia não poderá inscrever nenhum atleta que já tenha sido condenado por doping no passado.

O conselho adiou a decisão na última segunda-feira, alegando a necessidade de coletar uma opinião geral. Na semana passada, o Tribunal Arbitrário do Esporte (CAS) acatou a decisão da Associação Internacional das Federações de Atletismo e proibiu a equipe russa de atletismo de ir aos jogos.

O COI deu uma indicação de sua indignação quando anunciou que procedimentos disciplinares seriam abertos contra as autoridades russas mencionadas pelo relatório independente McLaren da Agência Mundial Antidoping (WADA), revelado na segunda-feira.

(Por By Karolos Grohmann)

O relatório descreve o vasto uso de doping e encobrimentos em uma série de esportes olímpicos de verão e inverno, particularmente nos jogos de Sochi, realizados na Rússia em 2014.