Argentina reserva hotéis para parte de delegação no Rio por problemas na Vila Olímpica

segunda-feira, 25 de julho de 2016 16:25 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - O presidente do Comitê Olímpico Argentino (COA), Gerardo Werthein, disse nesta segunda-feira que a entidade reservou alojamento fora da Vila Olímpica no Rio de Janeiro para parte da delegação, por problemas nas instalações de dois dos cinco andares reservados para a equipe.

A decisão da Argentina é mais um impasse sobre a Vila nos últimos dias. O Comitê Olímpico da Austrália disse no domingo que o lugar não é seguro e que não estava pronto para o evento, que começa dia 5 de agosto.

"Os apartamentos, apesar de terminados por fora e parecerem terminados por dentro, quando são testados foram evidenciados alguns problemas que têm a ver basicamente com canalização e eletricidade, que é o final da obra", explicou o dirigente.

"No nosso prédio temos cinco andares, dos quais pensamos que dois não vão estar habitáveis, por isso contratamos apartamentos fora da Vila para colocar a comissão técnica e dirigentes e, assim, privilegiar o alojamento dos nossos atletas", completou.

Werthein também disse que decidiram reforçar a equipe de transporte com a contratação de veículos e motoristas para tomar precauções e garantir o cuidado de atletas.

"O que temos que privilegiar é a integridade e o cuidado dos atletas, por isso reforçamos a equipe de transporte para nossa delegação e contratamos alguns veículos e motoristas adicionais", declarou.

O dirigente classificou como muito boas outras instalações do complexo da Vila Olímpica.

"Os atletas, além de permanecer na Vila, também usam os serviços do ginásio e piscina, e os dias em que não treinam no campo de jogo, o fazem no ginásio, que está em boas condições e tem equipamento de primeiro nível. O refeitório da Vila está funcionando normalmente e sem problemas", disse Werthein.

(Por Javier Leira)