Vila dos Atletas vive clima olímpico após avalanche de reclamações

quinta-feira, 28 de julho de 2016 20:05 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Ponto focal de críticas às vésperas dos Jogos Rio 2016, a Vila dos Atletas finalmente viveu nesta quinta-feira um dia de ambiente olímpico, com a conclusão das obras de reparos nos apartamentos, elogios de atletas e o fim de um turbilhão de problemas que marcou a chegada dos primeiros competidores.

Os últimos três dos 31 edifícios construídos a poucos minutos de distância do Parque Olímpico tiveram os reparos concluídos por operários contratos de emergência, e a Vila recebeu a visita do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, que almoçou com atletas e ocupou um dos quartos.

"Está tudo pronto", disse a jornalistas no final da tarde o diretor-executivo de operações do Rio 2016, Rodrigo Tostes, que coordenou o trabalho de reparo nos edifícios da Vila.

"A gente teve aquele pequeno problema no início, e agora está entregando a Vila conforme a gente se comprometeu. Todos os atletas estão contentes, as delegações estão contentes", acrescentou.

Saíram os trabalhadores, que se revezaram 24 horas por dia desde domingo para concluir as obras de conserto, e chegaram atletas. Mais de 1.100 de 151 países estarão hospedados até o fim desta quinta-feira na Vila, onde os competidores andaram de bicicleta, fizeram compras e trocaram pins olímpicos, em um clima bem mais ameno do que nos primeiros dias.

DANOS INTENCIONAIS

Inaugurada no fim de semana para receber os cerca de 11 mil atletas da primeira Olimpíada da América do Sul, a Vila se transformou na primeira grande polêmica dos Jogos quando a delegação da Austrália se recusou a ingressar no local devido a problemas como banheiros entupidos, vazamentos e sujeira.   Continuação...

 
Presidente do COI, Thomas Bach, cumprimenta atletas na Vila Olímpica
 28/7/2016 REUTERS/Ivan Alvarado