Temer inaugura Linha 4 do metrô do Rio e diz que Olimpíada ajudará a unir o país

sábado, 30 de julho de 2016 13:11 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente interino Michel Temer inaugurou a Linha 4 do metrô do Rio de Janeiro neste sábado, a seis da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, e mostrou otimismo com o sucesso da Olimpíada de 2016, ao afirmar que o evento será importante para unificar o país.

Ao inaugurar a linha do metrô, a principal obra de mobilidade urbana para o evento esportivo que será aberto em cerimônia na próxima sexta-feira, Temer disse que o esporte é o melhor caminho para reunificar o país, que tem sido marcado por divisões políticas desde a eleição presidencial de 2014 e em meio ao processo de impeachment contra a presidente afastada Dilma Rousseff.

“Eu tenho a mais absoluta convicção de dois fatos:  que esses Jogos servirão para irmanar o Brasil como um todo e para revelar o Brasil aos olhos internacionais mais uma vez e nossa capacidade obreira”, disse Temer na cerimônia de inauguração de uma nova estação da Linha 4 do metrô do Rio.

“O (Luiz Fernando) Pezão (governador licenciado do Rio) citou a paz, harmonia para enfrentar a qualquer crise... nenhum momento é melhor que o esporte, que une a todos e traz a fraternidade dos povos”, acrescentou.

O presidente interino revelou que quando o Rio foi escolhido como sede dos Jogos, em 2009, teve dúvidas se o país chegaria a 2016 com o mesmo clima de alegria que tomou conta após a escolha. Mas, segundo ele, com o tempo e com as obras realizadas, as dúvidas se dissiparam.

“Tenho absoluta convicção que o Rio vai mostrar ao mundo tudo que o Brasil é capaz internamente e internacionalmente. Quando não ganhamos a Copa diziam que ganhamos o mundo na Copa... Temos capacidade extraordinária e naturalmente estaremos aqui para assistir, para torcer pelo Brasil e torcer pela paz e unidade internacional, que só o esporte é capaz de trazer.”

Temer inaugurou a estação Barra da Tijuca da Linha 4 do metrô do Rio, localizada na região da cidade que abrigará a maior parte dos eventos da Olimpíada. O metrô foi um dos compromissos assumidos pelas autoridades para a realização dos Jogos.

A Linha 4, que vai ligar a zona sul à zona oeste e deve aliviar o trânsito na cidade, estará aberta nos Jogos somente para a chamada "família olímpica" --atletas, delegações, jornalistas e trabalhadores envolvidos no evento.

Após o evento, a Linha 4 sofrerá uma parada para ajustes de sistema e será reaberta para a Paralimpíada, também com operação restrita.   Continuação...