Dois nadadores russos recorrem contra proibição de competirem nos Jogos do Rio

sábado, 30 de julho de 2016 17:50 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os nadadores russos Vladimir Morozov e Nikita Lobintsev entraram com um recurso contra a decisão que os impede de competir nos Jogos Olímpicos Rio 2016 na próxima semana.

A dupla quer que a Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) anule a decisão do corpo de natação da Federação Internacional de Natação (Fina) de proibí-los por não se adequarem aos novos critérios do Comitê Olímpico Internacional (COI), que permite que competidores russos participem apenas caso possam provar que estão limpos e não associados ao escândalo de doping no país.

Lobintsev e Morozov, que vive nos Estados Unidos, faziam parte da equipe de bronze da Rússia nos 4x100m livre em Londres 2012, e Lobintsev também ganhou uma medalha de prata no revezamento 4x200m livre em Pequim 2008.

Os dois nadadores foram proibidos após serem citados em um relatório sobre o doping na Rússia liderado pela Agência Mundial Antidoping. Nenhum deles havia sido proibido de competir devido a um teste positivo, e afirmaram repetidas vezes que são atletas limpos.

Quatro outros nadadores também banidos, suspensos anteriormente por doping, ainda não recorreram.

    (Reportagem de Ossian Shine)