Delegação australiana pede que seja proibido fumar na Vila dos Atletas

sábado, 30 de julho de 2016 18:18 BRT
 

Por Alan Baldwin

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O comitê olímpico australiano pediu aos organizadores dos Jogos Rio 2016 que imponham a proibição de se fumar na Vila dos Atletas depois de um incêndio no subsolo do prédio da delegação da Austrália, que foi provavelmente causado por uma ponta de cigarro.

A chefe da delegação australiana, Kitty Chiller, disse também que é "completamente inaceitável" que um alarme de incêndio testado previamente tenha sido desligado sem que os australianos tivessem sido informados.

O incidente, que encheu as escadarias do prédio de fumaça na noite de sexta-feira, aconteceu após os australianos e várias outras equipes reclamarem de problemas nos apartamentos da Vila dos Atletas.

"O incêndio parece ter sido acidental, provavelmente um cigarro jogado sobre o lixo no prédio", disse Chiller em entrevista coletiva neste sábado.

"Pedimos à Rio 2016 que imponha uma política bastante rígida de proibição de fumar. Deveria ser proibido fumar em todas as Vilas dos Atletas nas Olimpíadas, então pedimos a eles que imponham isso, porque no momento não está sendo imposto."

Um porta-voz dos organizadores dos Jogos confirmou que uma ponta de cigarro é a principal suspeita de ter causado o incêndio.

Bombeiros foram posicionados em todos os andares do prédio, com guardas de segurança no subsolo, como precaução após o susto de sexta, mas Chiller disse que essas medidas não continuarão. Ela disse ter conversado com membros de diversas outras equipes para alertá-los para checar os subsolos dos prédios e que o assunto será levantado no domingo, durante uma reunião de chefes de equipes.