Yane Marques é escolhida porta-bandeira do Brasil na Olimpíada

domingo, 31 de julho de 2016 22:01 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A pentatleta Yane Marques, medalhista de bronze nos Jogos Londres 2012, venceu uma votação pela internet e será a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de abertura da Olimpíada do Rio de Janeiro na sexta-feira, no estádio do Maracanã.

Yane derrotou na disputa popular o iatista Robert Scheidt, porta-bandeira em Pequim 2008, e o líbero da seleção brasileira de vôlei Serginho, anunciou o presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Carlos Arthur Nuzman, no programa Fantástico, da TV Globo.

"Concorrer com duas feras que sou fã e admiro demais, estou transbordando de alegria", disse Yane em entrevista ao vivo à emissora logo após o anúncio.

"Carregar a bandeira já é uma situação honrosa. No seu país e sabendo que Olimpíada traz um pouco de união das pessoas, dos povos, das nações, quero ser uma porta-bandeira muito alegre e uma porta-voz desse sentimento de que o país, através do esporte, se una mais", acrescentou.

Yane será apenas a segunda mulher a levar a bandeira do Brasil na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, depois da campeã olímpica do vôlei de praia Sandra Pires nos Jogos Sydney 2000.

Essa vai ser a terceira participação olímpica da pernambucana de 32 anos, que também disputou os Jogos de Londres 2008.

(Por Pedro Fonseca; Edição de Maria Pia Palermo)