Djokovic se diz feliz com presença de atletas russos na Rio 2016

quarta-feira, 3 de agosto de 2016 16:53 BRT
 

RIO DE JANEIRO, (Reuters) - O tenista sérvio Novak Djokovic disse que o escândalo de doping envolvendo a Rússia é ruim para o país e o esporte internacional, mas afirmou que está feliz com a autorização para que alguns atletas russos participem das disputas esportivas nos Jogos Rio 2016.

A Agência Mundial Antidoping (Wada) acusou a Rússia de contar com um programa de doping, e pediu pela suspensão de todos os competidores do país da Olimpíada.

Apesar de a Rússia ter conseguido evitar o banimento completo, diversos atletas foram suspensos individualmente por suas respectivas federações, incluindo toda a forte equipe de atletismo.

Djokovic, o número 1 do ranking mundial, disse que a Rússia é uma potência esportiva global, mas que o escândalo afeta a imagem de todos os envolvidos.

"Não quero fazer nenhum tipo de avaliação porque não tenho os detalhes adequados sobre o caso, mas pelo menos até certo ponto estou feliz que alguns atletas russos façam parte dos Jogos", disse Djokovic a repórteres na quarta-feira.

"Ouvir e ler sobre o que está acontecendo nos últimos meses foi definitivamente, da perspectiva de um atleta, nada bom. Não foi bom para a Rússia, não foi bom para o esporte internacional, não foi bom para os Jogos Olímpicos."

A opinião de Djokovic favorável à participação de alguns atletas russos na Rio 2010 contrasta com a visão da Wada e de alguns outros atletas, que defendiam o banimento completo dos russos da Olimpíada como punição pelo programa de doping.

 
Jul 31, 2016; Toronto, Ontario, Canada;  Novak Djokovic of Serbia serves to Kei Nishikori of Japan in the mens final on day seven of the Rogers Cup tennis tournament at Aviva Centre. Mandatory Credit: Dan Hamilton-USA TODAY Sports