Técnico Vadão rejeita comparações entre Marta e Neymar

quarta-feira, 3 de agosto de 2016 21:17 BRT
 

Por Tatiana Ramil

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Durante a partida de estreia da seleção feminina de futebol na Olimpíada do Rio, alguns torcedores provocaram o time masculino com um grito "Marta é melhor do que Neymar", mas o técnico Vadão não quer saber de comparações entre sua camisa 10 e o jogador do Barcelona.

Vadão revelou que o atacante Neymar mandou uma mensagem de apoio às jogadoras da seleção brasileira antes do confronto contra a China, nesta quarta-feira, o primeiro jogo de uma equipe brasileira nos Jogos Rio 2016.

“Neymar mandou mensagem para as meninas, não temos essas rivalidades, muito pelo contrário, as meninas estão sempre torcendo para os meninos e vice-versa”, disse Vadão a jornalistas após a vitória por 3 x 0 do Brasil no Estádio Olímpico, mais conhecido como Engenhão.

“Marta é Marta e Neymar é Neymar”, acrescentou.

O futebol do Brasil, tanto o feminino quanto o masculino, busca nos Jogos do Rio sua primeira medalha de ouro olímpica.

A meia-atacante Marta, eleita por cinco vezes a melhor jogadora do mundo, foi muito marcada na partida contra as chinesas e, depois de um primeiro tempo apagada, conseguiu boas jogadas na segunda etapa, incluindo o passe para o segundo gol.

Substituída a 10 minutos do final por precaução devido a uma pancada no tornozelo, Marta é a maior esperança do Brasil para a sequência dos Jogos Olímpicos.

“Marta está bem, foi uma precaução... mesmo com dor ela queria ficar (em campo) e é por isso que ela é a Marta”, afirmou Vadão.   Continuação...

 
Técnico Vadão, da seleção feminina de futebol do Brasil, durante partida contra a China pela Olimpíada do Rio
03/08/2016 REUTERS/Gonzalo Fuentes