Phelps questiona se já nadou em uma competição limpa

quarta-feira, 3 de agosto de 2016 20:35 BRT
 

(Reuters) - Michael Phelps, o maior medalhista olímpico de todos os tempos, questionou nesta quarta-feira se já nadou em uma competição "limpa", enquanto se prepara para os Jogos do Rio, ofuscados pelo escândalo de doping na Rússia.

"Todos nós queremos competições limpas", disse o norte-americano durante coletiva. "Queremos que todos estejam jogando no mesmo campo."

"Eu acho que posso dizer honestamente que na minha carreira não sei se já competi em um prova limpa", acrescentou o nadador de 31 anos, ganhador de 18 ouros olímpicos e 22 medalhas. "E isso é triste."

Phelps, que vai ser o porta-bandeira dos Estados Unidos na cerimônia de abertura na sexta-feira, disse que não tem controle sobre muito mais do que suas ações e que isso seria sua prioridade.

No entanto, seu técnico de longa data Bob Bowman foi contundente sobre a situação. "Claramente, de uma perspectiva de equipe, estamos focados em ter as melhores atuações que podemos, independente das circunstâncias", disse, sentado ao lado de Phelps.

"Mas de um ponto de vista pessoal, é muito preocupante para mim que nossos órgãos políticos largaram mão disso, em muitos aspectos. O sistema está quebrado e ele precisa ser consertado."

Dezenas de atletas russos foram banidos dos Jogos Olímpicos, incluindo, essencialmente, toda a equipe de atletismo, depois que foi revelado por delatores a existência de um programa de doping sistemático, apoiado pelo governo.

Mas o Comitê Olímpico Internacional (COI) sofreu várias c críticas por não ter banido a Rússia dos Jogos do Rio.

(Por Alan Baldwin)