Brasil empata em 0 x 0 com África do Sul em estreia frustrante do futebol

quinta-feira, 4 de agosto de 2016 18:05 BRT
 

(Reuters) - Apontada como favorita à medalha de ouro na Olimpíada do Rio de Janeiro, a seleção brasileira de futebol masculino ficou apenas no empate de 0 x 0 com a África do Sul na estreia no torneio, nesta quinta-feira, e foi vaiada pelos torcedores no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

O Brasil teve dificuldades no jogo e só criou mais chances de gols depois dos 15 minutos do segundo tempo, quando os sul-africanos tiveram um jogador expulso.

O atacante Neymar, principal astro do time e um dos três jogadores com mais de 23 anos convocado pelo técnico Rogério Micale, teve atuação apagada e apareceu com perigo apenas em quatro chutes de fora da área.

O empate sem gols do Brasil, que busca o primeiro ouro olímpico no futebol, é mais um resultado frustrante da seleção em casa, depois da Copa do Mundo de 2014, quando o time perdeu a semifinal por 7 x 1 para a Alemanha e a disputa do terceiro lugar para a Holanda por 3 x 0, no mesmo estádio em Brasília.

Mesmo com um ataque forte, formado por Neymar, Gabriel e Gabriel Jesus, os brasileiros não conseguiram superar a defesa rival.

"O time tem muito a crescer ainda, vamos ver o que podemos melhorar para o próximo jogo", disse o zagueiro Marquinhos após a partida.

Os sul-africanos começaram assustando logo aos 4 minutos. Após saída de jogo errada da defesa brasileira, Mothiba ficou na frente do goleiro Weverton, mas a finalização saiu prensada e a bola saiu.

Convocado de última hora para substituir Fernando Prass, lesionado, Weverton mostrou nervosismo no primeiro tempo, soltando algumas bolas fáceis, enquanto o ataque tinha dificuldades em criar jogadas.

A primeira boa oportunidade do Brasil ocorreu só aos 28 minutos, quando Neymar chutou de fora da área e o goleiro sul-africano Khune espalmou para escanteio.   Continuação...

 
Neymar lamenta lance perdido em partida entre Brasil e África do Sul, em estreia da seleção na Olimpíada. O jogo terminou 0 x 0. 4/8/2016. REUTERS/Ueslei Marcelino