Djokovic enfrentará Del Potro na primeira rodada do torneio olímpico; Bellucci pega alemão

quinta-feira, 4 de agosto de 2016 20:43 BRT
 

Por Martyn Herman

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O tenista número um do mundo, o sérvio Novak Djokovic, enfrentará o argentino Juan Martín del Potro, que tirou dele uma medalha em Londres 2012, na primeira rodada dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, segundo sorteio realizado nesta quinta-feira.

O sérvio de 29 anos tentará se tornar o terceiro homem a ganhar os quatro títulos de Grand Slam, a Copa Davis e o ouro olímpico, conquistas somente alcançadas pelo norte-americano Andre Agassi e pelo espanhol Rafael Nadal.

"Del Potro é o meu adversário? Vai ser uma partida muito dura, como sempre contra ele", disse Djokovic à ESPN, com cara de surpresa, após participar da cerimônia de hasteamento da bandeira de seu país na Vila Olímpica.

Djokovic perdeu para Del Potro na disputa da medalha de bronze nos Jogos de Londres.

O atual campeão olímpico, Andy Murray, enfrentará o sérvio Viktor Troicki na primeira rodada, enquanto a campeã do torneio feminino, Serena Williams, abre sua campanha contra a australiana Daria Gavrilova.

Serena buscará seu quinto ouro olímpico, assim como sua irmã Venus, que vai estrear diante de Kirsten Flipkens. Venus se tornará a primeira tenista a competir em cinco Jogos, e aos 36 anos será a atleta mais velha a participar do torneio feminino individual desde que o esporte voltou à Olimpíada, em 1988.

Já Nadal, que não atua desde Roland Garros por causa de uma lesão no punho, jogará contra o argentino Federico Delbonis.

Entre os brasileiros, o número um do país, Thomaz Bellucci, jogará contra o alemão Dustin Brown, enquanto Rogério Dutra Silva jogará com o italiano Thomas Fabbiano.

Vários tenistas, entre eles os suíços Roger Federer e Stan Wawrinka e o tcheco Tomas Berdych, não competirão no Rio.

O torneio de tênis também inclui duplas masculinas, femininas e mistas.

 
Tenista sérvio Novak Djokovic treinando no Rio de Janeiro para a Olimpíada. 04/08/2016 REUTERS/Kevin Lamarque