6 de Agosto de 2016 / às 03:57 / em um ano

CURTAS-Delegação argentina desfila entre vaias e aplausos no Maracanã

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O estádio do Maracanã ficou divido entre aplausos e vaias quando entrou a delegação da Argentina, no desfile das delegações, durante a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio.

Delegação argentina 05/08/2016 REUTERS/Kai Pfaffenbach

“Achei deselegante”, disse Thiago Pereira, que veio de São Paulo com a esposa para abertura. A primeira vaia na cerimônia de abertura dos Jogos de 2016, no entanto, foi para um torcedor corintiano que entre uma cena e outra decidiu gritar “vai Corinthians”. Imediatamente, surgiram vaias para o torcedor do Timão.

SÓ DEU PLAYBACK

A estratégia foi usada com todos os artistas que se apresentaram no estádio do Maracanã, na cerimônia que teve a apresentação de artistas como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Zeca Pagodinho, Marcelo D2, Anitta, Ludmila, entre outros.

Segundo produtores, a escolha do playback foi para que saísse “tudo redondo”.

POLÊMICA DO 14-BIS

A aparição de um ator representando Alberto Santos Dumont e uma réplica do 14-Bis, aeronave inventada pelo brasileiro, impressionou o público, mas também gerou polêmica com norte-americanos nas redes sociais e trouxe de volta, mais uma vez, a disputa pela invenção do avião.

Para os norte-americanos, os irmãos Orville e Wilbur Wright foram os responsáveis pela invenção do avião e a aparição de Santos Dumont e do 14-Bis na cerimônia de abertura, evento televisionado para todo o mundo, levantou novamente a polêmica. “Então o Brasil acha que inventou o avião? Os irmãos Wright estão olhando para baixo neste momento e rindo”, escreveu um usuário do Twitter.

Santos Dumont voou com o 14-Bis em Paris em outubro de 1906. Os irmãos Wright, por sua vez, voaram com uma aeronave em dezembro de 1903. A polêmica, entretanto, reside na decolagem do avião, já que, ao contrário do 14-Bis, o avião dos irmãos norte-americanos decolou de uma colina. Para os partidários de Santos Dumont, o brasileiro é o inventor da aeronave, pois seu 14-Bis decolou por meios próprios.

PORTA-BANDEIRA MUSCULOSO

Um porta-bandeira musculoso de Tonga fez sucesso com o público feminino que estava na abertura dos Jogos Olímpicos.

Imediatamente após a aparição da imagem do homem, que estava sem camisa, nos telões, as mulheres começaram a gritar e assobiar, chamando atenção para pequena delegação de Tonga.

O musculoso só perdeu em termos de aplausos e suspiros para as delegações do Brasil e dos refugiados, que ficaram para o final da festa.

OSCAR APLAUDIDO

O ex-jogador de basquete Oscar Schmidt foi o personagem mais aplaudido na cerimônia de abertura antes da entrada da tocha.

Ao entrar no estádio com outros atletas e personalidades carregando a bandeira olímpica, ele foi muito aplaudido e ainda teve o nome gritado pelo público do Maracanã. Oscar ficou emocionado.

Por Caio Saad, Rodrigo Viga Gaier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below