Carta na manga é estratégia de Zanetti em busca do bicampeonato olímpico

sábado, 6 de agosto de 2016 19:17 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A estratégia do ginasta Arthur Zanetti para defender o título olímpico nas argolas já é conhecida até pelos adversários, mas o brasileiro deixou sua série mais difícil para a final e apresentou uma versão com menor dificuldade nas eliminatórias deste sábado.

Com a versão reduzida de sua apresentação, ainda assim uma das mais complexas apresentadas na primeira etapa da classificação, Zanetti obteve nota 15.533 e ficou em segundo lugar, atrás somente do grego Eleftherios Petrounias, atual campeão mundial da prova.

Com o resultado, ele certamente estará entre os oito finalistas do aparelho ao final da etapa de classificação, que se encerra ainda neste sábado, e guardou o seu melhor para a disputa de medalhas, em 15 de agosto.

"A gente sempre tem feito essa estratégia de diminuir um pouco a nota de partida nas classificatórias, e é o que a gente fez hoje. Agora na final é fazer a série mesmo oficial e ajeitar detalhes de balanço, posição de corpo, para tentar a melhor nota", disse o ginasta a repórteres após sua prova.

"Não digo que é esconder o jogo, porque todo mundo já conhece a série de todo mundo, mas sim depende da posição que você classifica, um pouco melhor ou não, então essa foi a estratégia que nós utilizamos novamente nessa competição".

Nas eliminatórias Zanetti disputou somente as argolas, e apenas acompanhou seus companheiros de equipe nos outros cinco aparelhos, na primeira vez que o Brasil tem uma equipe masculina completa classificada para os Jogos Olímpicos.

Todos os ginastas do Brasil vibraram muito com suas performances, e tiverem o apoio entusiasmado do público que compareceu em bom número à Arena Olímpica do Rio, mas sem lotar as arquibancadas. Muitos chegaram atrasados devido a problemas nos acessos ao Parque Olímpicos, que provocaram longas filas.

Existe a expectativa de que o time brasileiro se classifique inclusive para a final por equipes, mas o resultado só será conhecido depois que todos os países fizerem suas apresentações na fase de classificação ao longo deste sábado.

 
Zanetti durante prova na Rio 2016
06/08/2016  REUTERS/Dylan Martinez