Jovem dos EUA ganha o primeiro ouro da Olimpíada do Rio no tiro

sábado, 6 de agosto de 2016 15:56 BRT
 

Por Mary Milliken

Rio de Janeiro (Reuters) - Imperturbável, a jovem norte-americana Virgina Thrasher garantiu a primeira medalha de ouro dos Jogos Olímpicos do Rio 2016 neste sábado, ao se manter calma contra duas chinesas campeãs olímpicas e venceu a prova feminina de carabina de ar 10m. 

A garota de 19 anos, campeã universitária nos Estados Unidos, superou a chinesa Du Li, medalha de ouro em Atenas-2004, com um recorde olímpico de 208 pontos na final do evento. A atual campeã olímpica Yi Siling, também chinesa, ficou com o bronze.

Competindo pela primeira vez nas Olimpíadas, Thrasher, na condição de primeira campeã dos Jogos de 2016, recebeu a medalha do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, e afirmou que a conquista foi muito além dos seus sonhos.

Anos mais nova que as sete outras finalistas, Thrasher conquistou uma vantagem logo cedo na fase final após derrotar a atiradora russa Daria Vdovina, que ficou pelo caminho e terminou em quinto.

"Algum tempo depois de conquistar a liderança ficou claro para mim que eu tinha chance de medalha, mas eu rapidamente deixei esse pensamento de lado e foquei em respirar, ficar calma e finalizar um tiro de cada vez", disse Thrasher, que aprendeu a amar o tiro enquanto caçava veados com seu avô nos Estados Unidos, quando ela estava na oitava série.